Para além do carinho: como se tornar um cuidador infantil

Para além do carinho: como se tornar um cuidador infantil

cuidador infantil
Cuidador Infantil: responsabilidade, afeto e muita dedicação.

Dar banho, comida, trocar fralda, colocar para dormir – o cuidador infantil encontra vários outros desafios. Confira quais são eles!

Corre para lá, corre para cá, responsabilidade, afeto e muita dedicação! Quem já cuidou de uma criança sabe: não é simples e dá trabalho. Haja pique e boa vontade para acompanhar o ritmo dos pequenos e dar conta de tantas necessidades.

Mas e quando essa tarefa vira profissão? Conheça aqui algumas atribuições dessa carreira, as características do mercado e saiba o que é preciso para se tornar um ótimo profissional.

As funções de um cuidador infantil

 

Cuidador Infantil: atenção ao desenvolvimento das habilidades motoras, cognitivas e emocionais da criança.
Cuidador Infantil: atenção ao desenvolvimento das habilidades motoras, cognitivas e emocionais da criança.

 

Muito além de dar banho, comida, trocar fralda, colocar para dormir e acompanhar as brincadeiras – tarefas básicas do cotidiano de uma criança, esse profissional exerce muitos outros desafios. Isso porque, durante esses momentos corriqueiros, ele observa e estimula o bem-estar geral da criança, sempre respeitando cada fase de crescimento.

O profissional deve estar preparado para o cuidado com a criança, o que contribui para o desenvolvimento pleno, saudável e equilibrado do pequeno, sem perder de vista a essência da infância.

Como se preparar para ser um cuidador infantil?

Apenas disposição não basta! É preciso atuar com a seriedade que a função exige. Além de fazer um curso de cuidador infantil, também é aconselhável buscar formação em áreas correlatas para ter noções de contação de histórias, musicalização infantil, animação de eventos, oficinas de arte e até as relacionadas à saúde – cuidados básicos, aleitamento materno e alimentação infantil. Assim, o profissional se capacita cada vez mais, se tornando mais atrativo para o mercado.

Esse profissional precisa:

 

 Cuidador Infantil deve ter conhecimentos sobre o desenvolvimento integral da criança.
Cuidador Infantil: conhecimentos sobre o desenvolvimento integral da criança.

– Estar atento às características de cada etapa de crescimento. Isso pode contribuir para observação de sinais que podem ser alertas, ainda nos primeiros meses de vida, para algum tipo de problema relacionado à saúde da criança;

– Conhecer conceitos da puericultura, área voltada ao desenvolvimento integral da criança.

Por que escolher um cuidador infantil?

Muitos pais e mães contratam profissionais qualificados para cuidar de seus filhos dentro de casa, em vez de deixá-los com parentes, funcionários domésticos ou em escolinhas. Eles querem que a criança passe por atividades similares às de uma instituição educacional, mas com a atenção individual e personalizada que o cuidador infantil é capaz de oferecer.

 

Conheça o perfil dessa profissão

 

A profissão de cuidador infantil é a porta de entrada para jovens e estudantes.
A profissão de cuidador infantil é a porta de entrada para jovens e estudantes.

 

– Muitas vezes, essa carreira é a porta de entrada para o mercado às mulheres que têm afinidade com crianças e que desejam conquistar uma renda;

Estudantes ou profissionais da educação: para alguns, é uma experiência introdutória para conhecer melhor a área e avaliar se realmente se identificam com ela. Já outros precisam desenvolver habilidades mais práticas ligadas ao cuidado com crianças, como higiene e questões de saúde. São aspectos básicos para atuar em berçários e escolas de educação infantil, por exemplo, mas que não são contemplados nos cursos de ensino superior;

– Jovens que querem participar de programas internacionais de au pair, trabalhando como babás em outros países. As agências que oferecem os programas costumam exigir certificado de um curso de cuidador infantil dos interessados.

Onde encontrar vagas de emprego?

 

Cuidador Infantil oferece muitas possibilidades de atuação.
Cuidador Infantil: muitas possibilidades de atuação.

 

– Escolas, para atuar como berçarista;

– Agências, que reúnem profissionais para trabalhar em residências ou como recreacionista em shoppings e buffets, por exemplo.

Nesses casos, é comum que o modelo de trabalho seja o regime CLT.

São inúmeras as possibilidades nesse mercado, não é mesmo? Se você gostou de aprender mais sobre esse universo, inspire-se, busque formação e construa sua carreira!  Boa sorte!

Colaboração:
Karen Elise de Campos, docente do Senac Penha.


Veja também!

Comentários

Comentários

COMPANY NAME
Dolor aliquet augue augue sit magnis, magna aenean aenean et! Et tempor, facilisis cursus turpis tempor odio. Diam lorem auctor sit, a a? Lundium placerat mus massa nunc habitasse, arcu, etiam pulvinar.
* we hate spam and never share your details.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
ARE YOU READY? GET IT NOW!
Increase more than 500% of Email Subscribers!
Your Information will never be shared with any third party.