Área de Logística: competências para se destacar no mercado de trabalho.
Área de Logística: competências para se destacar no mercado de trabalho.

 

Destacar-se na área de logística é um grande desafio tanto para quem já trabalha no setor quanto para quem pretende iniciar uma nova carreira.

Uma excelente alternativa é começar a desenvolver algumas competências que são essenciais para essa área que oferece diferentes possibilidades de atuação.

Antes, vamos conhecer mais detalhes sobre esse ramo.

A área de logística está mais presente no nosso dia a dia do que a gente imagina.

Pense um pouco na sua rotina. Para ir trabalhar ou estudar, você planeja o horário adequado para sair de casa, certo? E, provavelmente, avalia qual o melhor meio de transporte que o fará chegar mais rápido gastando menos, além de organizar como e onde vai guardar o material que utilizará durante o dia.

Outra situação bastante comum hoje em dia: fazer compras pela internet. Já parou para pensar como um produto de uma empresa que fica a quilômetros de distância chega tão rápido à sua casa?

Essa é a magia do comércio eletrônico: junta a comodidade, a rapidez e o baixo custo para satisfazer ao cliente. Tudo isso só acontece graças ao eficiente trabalho do setor de logística. Viu só?

Toda essa programação, as etapas e os procedimentos são fluxos de logística!


Por dentro da área de logística

 

Área de Logística: muito além do transporte e armazenamento de mercadorias.
Área de Logística: muito além do transporte e armazenamento de mercadorias.

 

A logística, em linhas gerais, é responsável por monitorar todo o fluxo de transporte de produtos e as informações relacionadas (pedidos, quantidade, estoque, etc.), oferecendo as melhores soluções para que a mercadoria chegue ao seu destino com rapidez e o menor custo.

Resumindo: o setor tem que entender quais são as necessidades do cliente e atuar para satisfazê-lo com eficiência, diminuindo possíveis impactos ou prejuízos.

Alguns aspectos administrados pela logística:

– em que momento uma mercadoria deve ser produzida;
– qual embalagem é a mais adequada;
– qual o transporte e quais as formas de armazenamento são mais eficientes;
– quais serão os fornecedores;
– quais tecnologias serão necessárias em cada etapa.

Para ser capaz de gerenciar tudo de uma maneira inteligente, a área de logística precisa conhecer cada etapa do processo de produção e participar de decisões estratégicas da empresa, trabalhando em conjunto com outros setores.

O resultado disso tudo? Serviços eficientes, clientes satisfeitos e negócios competitivos, bem-sucedidos e duradouros.

E se engana quem acha que a logística está presente apenas em grandes empresas e indústrias. Essa organização de processos existe em todos os negócios: desde o controle do estoque de medicamentos em um hospital, até o sistema de entrega de uma pequena pizzaria de bairro.

Apesar de parecer uma área apenas de caráter operacional, a logística hoje tem um papel bem estratégico para o bom funcionamento de qualquer empresa. E essa evolução, claro, exige que os profissionais desenvolvam competências para se dar bem na carreira.


Conheça 5 competências para se destacar na área de logística

 

Portrait Of Manager In Warehouse

 

Além do conhecimento técnico sobre o setor logístico e os conceitos de outras áreas (como administração e economia), algumas habilidades transformam o profissional em peça-chave em todo o processo.

Veja quais são essas competências:

1 – Pensar na estratégia do negócio

O profissional de logística precisa saber avaliar os pontos positivos e negativos do negócio e conhecer bem seus concorrentes. Só assim será possível fazer uma análise de mercado e prever cenários para evitar decisões equivocadas. Estar sempre muito bem informado é essencial. Objetivo: elaborar estratégias que realmente façam a diferença.

 

2 – Olhar para toda a empresa, não apenas para um setor

Falando em tomada de decisões, sai na frente quem é capaz de identificar não só os problemas, mas também boas oportunidades. Por isso, é importante ter uma visão geral da empresa, acompanhando tudo o que acontece, já que a rotina de outros departamentos pode interferir diretamente no trabalho do setor de logística.

Com esse olhar ampliado, o profissional consegue criar soluções para melhorar processos e reduzir custos, sem comprometer o cumprimento de metas e prazos.

 

3 – Desenvolver uma visão global (logística internacional)

Empresas de diferentes ramos se relacionam com organizações estrangeiras – seja para vender, seja para comprar produtos ou matérias-primas.

Para trabalhar de maneira adequada com esses clientes e fornecedores, o profissional de logística precisa ter fluência em um segundo idioma (inglês, no mínimo) e capacidade de se adaptar a diferentes culturas.

Mas atenção! A importância da visão global vai além da comunicação. É preciso entender como funcionam o mercado internacional e os fluxos de importação e exportação.

Com essas informações valiosas, será possível avaliar o impacto das transações nos negócios em relação a custos, riscos, prazos, aspectos legais, etc.

 

4 – Dinamismo e capacidade de adaptação

Por mais que haja planejamento e organização, a área de logística é muito dinâmica e sujeita a mudanças a todo momento. Por isso, agilidade e disposição para trabalhar sob pressão fazem toda a diferença para quem atua no ramo.

 

5 – Liderança e boa comunicação

Por intermediar o contato entre todos os envolvidos – setores internos, empresas terceirizadas, fornecedores, clientes –, o profissional de logística precisa ter senso de liderança e se comunicar de forma clara para repassar tarefas, resolver conflitos, promover o bom relacionamento entre os funcionários e estimular o trabalho em equipe.

 

Como se preparar para trabalhar na área de logística

 

Composite image of businessman opening his shirt superhero style
Agora que você já conhece algumas competências da área de logística, é importante destacar: o setor absorve profissionais com diferentes formações (administração de empresas, comércio exterior e engenharia de produção, por exemplo).

Mas saiba que há cursos livres, técnicos, tecnológicos e especializações bem mais focados e sob medida para quem quer atuar na área.

O mercado de trabalho é bem amplo. No comércio, na indústria ou na prestação de serviços, é possível atuar em diferentes setores da logística, tais como:

– suprimentos/compras;
– transporte;
– armazenamento;
– gestão de estoque;
– tecnologia da informação;
– seguro de cargas;
– produção;
– comércio exterior;
– recebimento;
– expedição;
– conferência de produtos.

 

Outras dicas para crescer na carreira

Deu para perceber que a área de logística é bem dinâmica, né?!

O profissional interessado em conquistar novas oportunidades e ir mais longe na carreira pode seguir alguns caminhos:

– investir em uma especialização: pode ser na própria área de logística ou em temas relacionados, como gestão de pessoas, gerenciamento de projetos ou até cursos de liderança;
aprender outro idioma: saber uma segunda língua – geralmente inglês ou espanhol – é o básico. Para ter um diferencial, invista em um terceiro idioma;
buscar conhecimentos tecnológicos: logística e tecnologia andam juntas. Acompanhe as tendências de ferramentas e sistemas utilizados na área, como o Excel aplicado à logística;
pensar em uma logística mais sustentável: o conceito de sustentabilidade também está presente nos processos da área de logística. Cada vez mais, o setor precisa colocar em prática a chamada logística reversa, uma lei que cobra das empresas ações socioambientais. Atualmente, há uma cobrança maior principalmente quanto à responsabilidade da logística sobre o destino dos resíduos sólidos e o reaproveitamento de matérias-primas nos ciclos produtivos.

 

Ainda tem dúvidas sobre esse mercado de logística? Quer saber mais sobre as competências na área de logística?

Deixe seu comentário, ele pode virar sugestão para um próximo post!

Aproveite e conheça a área de logística do Senac!

Colaboração:
Johnny Rodrigues de Souza, docente do Senac Taboão da Serra.

 


Comentários

Comentários