Falar francês é difícil? Veja como você já fala e talvez nem perceba

Falar francês é difícil? Sabia que você fala algumas palavras mesmo sem perceber.
Falar francês é difícil? Sabia que você fala algumas palavras mesmo sem perceber.

Medo de falar francês? Bobagem: dá uma olhada nas palavras abaixo e veja como você já utiliza o idioma quase todos os dias em diferentes situações.

Confira como você usa palavras em francês no seu dia a dia:

 

Na hora de comer

Antes de qualquer refeição à mesa, é sempre educado desejar: “bon appétit!” (bom apetite), afinal o idioma francês tem um menu (cardápio) bem variado, seja em um buffet (disposição de comidas determinadas) ou à la carte (à escolha do cliente). Então, pegue o seu couvert (talheres).

Dentre os pratos mais famosos desfilam: purée (ou purê, receita preparada com frutas ou legumes amassados e servidos em consistência pastosa), omelette (receita à base de ovo) e filet (ou filé, corte de carne ou peixe).

Como entrada, as sugestões são os canapés (porções para pequenas mordidas), além do tradicional croquette (bolinho frito). Uma pedida mais sofisticada? Que tal um soufflé (incorporado ao português como suflê, receita à base de farinha que vai ao forno)?

Agora, se o assunto é pão, o festival de delícias inclui de baguettes (pão em formato de vara) a croissants (pão em formato de lua crescente), que podem ser recheados de champignon (cogumelo).

Na hora do brinde, deseje “santé!” (saúde) com um bom champagne (bebida espumante), que pode ser pedido ao garçon (cuja tradução literal é “moço”, responsável por servir). Para a sobremesa, escolha entre um tipo de mousse (espuma) e a crème brûlée (“creme queimado”, sobremesa à base de creme de leite).

 

Falar francês não é difícil quando o assunto é moda

No universo da moda, o bacana é ser chic (elegante) seja com joias, bijouteries (bijouterias, acessórios) ou mesmo peças de crochet (tipo de costura feita à mão, produzida com a linha fazendo ganchos) compradas em uma boutique (loja).

Executivas de sucesso costumam usar o clássico tailleur (casaco social feminino), que ficam um luxo na cor carmin (vermelho) , assim como vestidos em taffetas (tipo de tecido fino) e calças em veludo côtelé (tipo de tecido grosso).

Para completar, nos pés, uma boa opção é o famoso escarpin (sapato feminino social com salto). Para combinar os looks é só jogar por cima da roupa uma écharpe (lenço).

E não se esqueça de levar a nécessaire (estojo) ao toilette (banheiro) para dar aquela checada se está tudo bem no visual. Se for passear na praia, não se esqueça de levar o seu maillot (que por aqui virou maiô) e, à noite, arrase na lingerie (roupa íntima feminina).

 

Quando o assunto é entretenimento e decoração

Um bom ator de filmes de ação de cinéma (cinema), não arrisca a própria pele se pode contar com um doublé (cópia). Agora, se o público é infantil, um show de marionnette (boneco com articulação manual) é sempre uma ótima pedida. Aliás, esse tipo de fantoche (boneco) pode ser construído em atelier (onde se produz arte).

E se a ideia é dar um ar diferente para a sua casa, basta escolher um belo abat-jour (cúpula de luminária, que por aqui virou abajour), completar com um lindo bouquet (arranjo de flores) e voilà (aí está): o clima aconchegante está garantido!

Viu só?

E esta é apenas uma amostra de como falamos francês no dia a dia, o que facilita, e muito, encarar o seu aprendizado. Se você quer falar francês, confie na sua capacidade, pois vocabulário já tem! Au revoir (até a vista/até logo)!

Curtiu o assunto? Para conhecer os cursos de francês do Senac.

Veja também!

Comentários

Comentários