O olhar na fotografia profissional: um diferencial

o olhar na fotografia profissional
Fotografia Profissional e o exercício do olhar

Fotografia profissional ou amadora? Não importa. A fotografia está em alta e pode ser considerada a base das publicações nas principais redes sociais do mundo. Quem nunca postou uma ‘selfie’ ou registrou um momento especial com seu smartphone?

Essa nova cultura de compartilhar cliques não só tem gerado um grande consumo de imagens, mas também ajudado a aquecer o mercado da fotografia e a multiplicar os interessados em fazer dessa arte uma profissão de sucesso.

Em um mundo em que muitos (ou quase todos) têm acesso a um equipamento de registro fotográfico, qual o papel do fotógrafo profissional?

Antes de uma possível resposta, vamos voltar um pouco no tempo…

Nos primórdios da fotografia profissional: uma lâmpada de flash para cada clique

A fotografia nem sempre foi tão presente na nossa vida. Hoje, dá para fazer milhares de cliques e saber o resultado deles na hora. Mas décadas atrás era tudo muito diferente.

Talvez você nem imagine o trabalhão que dava para tirar uma única foto usando o flash. Antes de existirem os flashes eletrônicos ou os megapixels, por exemplo, era preciso ter uma nova lâmpada de flash para cada foto.

Não é à toa que os álbuns mais antigos traziam imagens mais posadas e tradicionais: com tanta limitação técnica não dava para inovar tanto e correr o risco de perder aquele momento único.

Nos primórdios da Fotografia Profissional
Câmera antiga similar à Rolleifex

Imagine fotografar um casamento com uma câmera Rolleiflex, que fazia 12 poses por filme, e ter que carregar 12 lâmpadas para tirar tão poucas imagens (boas ou ruins, não dava para ter certeza).

Se o cliente achasse pouco e quisesse mais fotografias, sem problemas.

Para usar três filmes, “bastavam” 36 lâmpadas! Já pensou trabalhar carregando tudo isso?

 

 

O olhar na fotografia profissional

Voltando à pergunta inicial. Qual o papel do fotógrafo profissional em um cenário de produção fotográfica intensa e ilimitada?

Tecnicamente, o cenário mudou e muda muito rápido. Hoje não há mais os limites de fotos – muito menos de criatividade. Com a evolução dos flashes eletrônicos, o fotógrafo já pode arriscar mais, buscando capturar instantes únicos sem abrir mão dos registros clássicos.

Daí surge um diferencial: o olhar do profissional.

Fotografia Profissional: do olhar ao clique
Fotografia Profissional: do olhar ao clique

Inspirados no fotojornalismo, por exemplo, muitos profissionais que atuam com fotografia social conseguem ir muito além do simples registro de um evento ou espetáculo.

Eles passaram a adotar um olhar mais livre e poético em suas festas e casamentos, contando histórias carregadas de emoção e criatividade.

Para quem já atua profissionalmente ou quer entrar para a área, nunca deve esquecer de apostar no seu olhar criativo.

Por que não produzir imagens inusitadas e inspiradas no gosto dos fotografados, ou ainda fazer referência a personagens de filmes românticos ou até seriados de zumbis?

O que a tecnologia reserva para o futuro da fotografia a gente não sabe, mas o olhar bem treinado e sensível do fotógrafo profissional garantirá, sem dúvida, o melhor registro de um momento especial.

Colaboração: Leandro Andrade, docente do Senac Tatuapé.

Veja também!

Comentários

Comentários