Já pensou em ser podólogo? Conhecer os detalhes da profissão é essencial!
Já pensou em ser podólogo? Conhecer os detalhes da profissão é essencial!

Você já pensou em ser podólogo?

Cuidar dos pés é uma necessidade, não é mesmo? São eles que nos levam para lá e para cá, sustentam nosso corpo o dia inteiro e estão sujeitos a muita tensão e impacto.

Nas últimas décadas, o cuidado com os pés e a podologia têm sido cada vez mais valorizados por profissionais da área da saúde, sendo parte importante no bem-estar integral do corpo.

 


Saiba mais:
Podologia é a ciência que se dedica ao estudo, ao tratamento e à prevenção de problemas nos pés.

 


Por que as pessoas procuram o atendimento de um podólogo?

 

Ser podólogo vai muito além da retirada de calos e unha engravada!
Ser podólogo vai muito além da retirada de calos e unha engravada!

 

A visita a um espaço de podologia costuma ser motivada por algum desconforto nos pés, como um calo ou uma unha encravada.

Mas os atendimentos desse profissional vão muito além dessas duas queixas, podendo atuar também em:

  • infecção nas unhas, principalmente por micoses;
  • verruga plantar (o famoso olho-de-peixe) e bicho-de-pé;
  • correções das unhas.

O podólogo também atua em tratamentos preventivos como:

  • limpeza e corte das unhas;
  • hidratação e massagem;
  • análise dos calçados para identificar pontos de atrito ou desgastes irregulares.

Se você pensa em ser podólogo, relacionamos as principais dúvidas sobre o dia a dia da profissão.

   

Quer ser podólogo? Conheça as principais dúvidas!

 

Quer ser podólogo? Para se destacar na profissão é preciso desenvolver algumas qualidade essenciais.
Quer ser podólogo? Para se destacar na profissão é preciso desenvolver algumas qualidades essenciais.

 

1-  A profissão de podólogo é regulamentada?

Há um Projeto de Lei (PL 6.042/2005) para regulamentar a profissão de podólogo no Brasil e que aguarda para ser discutido e votado em plenário no Senado Federal.

O texto já foi aprovado nas comissões de Seguridade, Trabalho e de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados e na Comissão de Assuntos Sociais do Senado.

Em São Paulo, entrou em vigor, em junho de 2018, a Lei Estadual 16.763/18, que trata exclusivamente do exercício da profissão de podólogo no Estado. A lei segue para regulamentação do Poder Executivo.

 


Saiba mais:
O que são profissões regulamentadas?

Profissões regulamentadas são aquelas que têm em sua legislação a determinação dos direitos, deveres e garantias do trabalhador e do empregador, dando mais segurança e transparência a todos os envolvidos. A regulamentação estabelece, por exemplo, que tipo de formação é exigida para determinada profissão e se haverá a criação de um órgão de fiscalização para a categoria, por exemplo.

 

 

2 – Onde um podólogo pode trabalhar?

O profissional de podologia pode atuar em diferentes locais, desde espaços exclusivos para a saúde dos pés até centros de beleza e bem-estar como:

  • espaços próprios;
  • clínicas médicas e estéticas;
  • clubes desportivos e sociais;
  • academias;
  • spas e institutos de beleza;
  • home care;
  • hospitais;
  • casas de permanência para idosos.

Atenção:
Durante o trabalho, o podólogo precisa seguir algumas exigências da Vigilância Sanitária como:

  • uso de descartáveis e esterilização de todos os instrumentais;
  • garantir a manutenção e a limpeza dos equipamentos e espaços de atendimento.

 

3 –  Que curso é preciso fazer para ser podólogo?

 

Para ser podólogo é preciso fazer um curso técnico ou superior
Para ser podólogo é preciso fazer um curso técnico ou superior.

 

O podólogo pode se formar em um curso técnico ou superior.

Os cursos técnicos têm em média um ano e meio de duração e, durante o período de formação, o aluno vai ter acesso a diferentes conhecimentos que vão prepará-lo para o mercado de trabalho, como fisiologia, anatomia, biossegurança, práticas podológicas, ergonomia e meio ambiente.

Depois de concluído o curso técnico ou superior, é possível complementar a formação com cursos que vão desde os livres até as especializações técnicas. Os nichos de atuação são variados, como cuidados com os diabéticos, atenção aos esportistas e aos idosos, por exemplo.

 

4 –  É possível trabalhar como autônomo?

Sim, a profissão de podólogo possibilita essa atuação empreendedora.

Por se exercer uma atividade bastante especializada, o podólogo costuma conquistar a confiança de clientes e ganhar autonomia para abrir o próprio negócio, colocando em prática o seu lado empreendedor.

  

5 –  Qual a diferença entre o podólogo e o pedicuro?

A formação do pedicuro está muito ligada às técnicas de embelezamento como a retirada de cutícula e esmaltação. Já o podólogo está capacitado a fazer procedimentos mais complexos e especializados, voltados à saúde dos pés.

A formação do pedicuro se dá por meio de cursos livres, enquanto a do podólogo, por curso técnico.

Os dois profissionais são muito importantes para os cuidados com a saúde dos pés. Cada um na sua especialidade.

Os pés só têm a agradecer! 

 

6 –  Quais qualidades é preciso desenvolver para se destacar na profissão?

Para desempenhar a profissão com excelência, nós separamos algumas qualidades essenciais para que o profissional tenha destaque no mercado:

Comunicação e atendimento personalizado
Ter um bom relacionamento com colegas de trabalho e clientes, cultivar a empatia e saber se comunicar com clareza. Afinal, numa boa conversa com o cliente, é possível investigar e conhecer melhor as exigências, os gostos e as expectativas de cada pessoa.

Estar atento ao mercado
Todo profissional precisa se atualizar, não é mesmo? Para isso, gostar de estudar é essencial. Participar de congressos e fazer cursos de aperfeiçoamento é uma opção para quem quer trazer inovação e diferenciais aos clientes. Além disso, é preciso estar sempre atento às mudanças que o mercado apresenta, conhecer novos equipamentos e acompanhar as tendências da área.

Qualidade sempre!
Ter sempre a qualidade dos serviços como foco da atuação, pautado nas normas de biossegurança exigidas pela Vigilância Sanitária.

Perfil empreendedor
Se a intenção é atuar como autônomo ou abrir um negócio, entender de gestão também é um diferencial.

 


 

Então, você já sabe, se o seu sonho é ser podólogo, busque uma formação, se especialize e surpreenda seus clientes com muita eficiência, técnica e conhecimento.

Boa sorte!

Colaboração:
Carla Bianca Maia dos Santos, docente do Senac Santos.
Sílvia Mussolini, coordenadora da área de podologia do Senac São Paulo.


Veja também!

Comentários

Comentários