Início Carreiras Como é o trabalho em uma agência de publicidade?

Como é o trabalho em uma agência de publicidade?

Conheça os detalhes das principais funções dentro dessas empresas de comunicação.

O mercado de comunicação oferece diversas oportunidades de atuação.

 

Você imagina como funciona uma agência de publicidade?

O mercado de trabalho vive em um cenário de constantes mudanças, descubra como as agências de publicidade, inseridas neste contexto, estão organizadas para acompanhar esse processo de transformação com novas tendências e tecnologias.

No conteúdo a seguir, você vai descobrir:

  • o que faz uma agência;
  • quais os principais setores e suas funções;
  • um panorama do passado, presente e futuro do mercado de comunicação.

Após a leitura, esperamos que você tenha mais confiança para trilhar os caminhos nessa área que oferece diversas oportunidades.

Vem com a gente!

 

O que faz uma agência de publicidade?

 

A organização de trabalho nas agências pode variar de acordo com seu tamanho e objetivo.

 

Eis a pergunta que não quer calar, não é mesmo?

A resposta pode variar, dependendo do tipo de agência que estamos falando. De forma geral, uma agência é uma empresa de comunicação que planeja, cria e executa campanhas de propaganda e marketing para outras marcas e empresas.

Mas podemos ir além e começar a ampliar a visão, dizendo que a atuação das agências pode variar de acordo com a sua realidade.

Mas, como assim? Calma, a gente te explica.

Tudo depende do tamanho e vocação, pois essas empresas têm diferentes necessidades, e dar uma resposta simples a algo complexo e variável é uma tarefa complicada.

De maneira geral, é mais simples afirmar que as agências atendem às necessidades de comunicação de clientes, já que cada cliente tem sua diversidade de exigências.

Também é importante destacar que profissionais de comunicação com boas formações conseguem transitar nas diferentes demandas das empresas, atuando em variados setores, como a parte operacional, de planejamento ou de criação.

 

Linha do tempo da organização das agências

 

O modelo de organização de trabalho dentro das agências vem mudando ao longo do tempo.

Passado

A organização de uma agência de publicidade era baseada em um esquema tradicional bem simples de organização, formada pelo triangulo: criação, mídia e planejamento.

Basicamente, o trabalho consistia na compra e venda de espaços publicitários, principalmente dos veículos de comunicação mais tradicionais como rádio, tv, jornais e revistas.

Sim, em outras palavras, um balcão de anúncios.

Com o passar do tempo, mais precisamente a partir dos anos 60, grandes agências internacionais começaram a desmembrar os serviços em diferentes formatos.

Além disso, novas funções foram acrescentadas, como atendimento, produção, tráfego, entre outras, resultando em uma valorização e integração entre os setores criativos.

 

Presente

Hoje, o modelo tradicional de uma agência de publicidade vai muito além de criação, mídia e planejamento.

Obviamente, ainda é possível encontrar esse “triângulo”, porém, as composições dos departamentos de trabalho podem variar de acordo com o seu porte ou especialidade.

Esses formatos podem ser voltados, inclusive, para a realidade de agências especializadas e digitais que, com o uso da tecnologia e o crescimento exponencial da internet, acompanham esse processo oferecendo novas possibilidades e estratégias para as marcas.

Conforme mostraremos adiante, as empresas que têm foco no desenvolvimento de estratégias de comunicação para a internet, incluem uma série de novas atividades.

É importante destacar uma outra forma de organização que vem sendo aplicada nos últimos anos e que, se você ainda não ouviu falar, é bem provável que ainda vá, é a metodologia de trabalho Squad.

 


Squad é uma organização de trabalho que não é baseada em departamentos fixos, mas profissionais de diferentes áreas que têm as competências necessárias para circular dentro de diferentes “esquadrões”. Nesses grupos, o trabalho tem como características principais a atitude colaborativa e a autonomia.


 

 

Quem faz o que dentro de uma agência de publicidade?

 

Saber um pouco mais sobre as atuações ajuda a entender melhor como funciona uma agência.

 

Antes de caminharmos rumo ao futuro, você deve ter curiosidade sobre algumas funções dentro da agência, certo?

E, para você que vai entrar no mercado de trabalho, mas não sabe exatamente em que área deseja atuar, separamos uma descrição das atividades mais comuns.

Vamos lá!

 

Atendimento

Profissional responsável por fazer a ponte entre cliente e agência. Tem a tarefa de captar e distribuir as demandas e briefings entre os setores, além de gerir o andamento dos projetos.

 


Briefing é um documento que reúne informações necessárias para que um projeto seja iniciado. No conteúdo do briefing você poderá encontrar objetivos, orçamentos, público e prazo. É um orientador claro e objetivo de um trabalho específico a ser realizado.


 

Planejamento

É quem faz a organização das informações previamente coletadas pelo atendimento e, assim, com estudo de mercado, levanta as possibilidades de estratégias a serem desenvolvidas. Além disso, determina o orçamento das campanhas.

 

Criação

Atua com versatilidade no desenvolvimento dos conceitos visuais, como peças gráficas, identidade de marcas e anúncios. Podem fazer parte dessa equipe diretores de criação, redatores e designers gráficos.

 

Mídia

Faz o planejamento dos planos de mídia, para que o orçamento seja usado de forma certeira de acordo com o público-alvo e objetivos de cada campanha.

É responsável pela distribuição das peças desenvolvidas para divulgação nos veículos de comunicação e mídias em geral, além disso, monitora o andamento e efetividade das campanhas.

 

Produção

Profissional responsável por levar às necessidades da agência para fornecedores externos, por exemplo: gráficas, empresas de mídia e produtoras de vídeo. Também faz o acompanhamento dos processos e prazos de entrega dessas criações.

 

Futuro: a mudança do cenário com as novas tecnologias

 

Com o avanço da tecnologia, novas oportunidades de atuação surgiram.

Agora é hora de começarmos a entender os possíveis caminhos que as agências de publicidade podem trilhar ou, em alguns casos, já estão trilhando.

Sabemos que a chegada de novas mídias e o crescimento do uso da internet vem impactando diretamente o mercado de comunicação.

Para atender essas necessidades, surgiram as agências de serviços especializados ou digitais.

Essas empresas trabalham, dentre outros serviços, com marketing digital, pesquisa de mercado, consultoria e avaliação de comportamento digital.

A natureza da maioria dessas empresas é a tecnologia, então o formato de atividade pode variar. Dessa forma, ocorreu uma divisão entre as agências: internacionais de grande porte, agências de pequeno e médio porte, agências de serviços especializados e startups.

 

Profissional conectado: a nova realidade do mercado

 

Com o avanço da tecnologia, novas oportunidades de atuação surgiram.

 

Profissionais precisam compreender a comunicação publicitária como um todo, além de dominar a operação das ferramentas que venham a utilizar.

As agências digitais já são uma realidade e vão ocupar cada vez mais espaço. Com isso, surgiram novas atividades e funções envolvendo o trabalho com estratégias de comunicação e marketing para internet, como:

Business Intelligence ou BI: coleta, organiza e interpreta dados que são extraídos das redes sociais, compras e pesquisas na web, entre outros, auxiliando as empresas a conhecer melhor seu público-alvo e a promover melhores estratégias.

Big Data: tem uma relação muito próxima com as soluções oferecidas pelo BI, pois também trabalha com grande volume de dados. Porém, o foco aqui é o processamento de dados em busca de correlações e descobertas. A Inteligência Artificial (A.I.), tecnologia capaz de reproduzir habilidades humanas, também é utilizada nesse processo.

Analista em Marketing Digital: desenvolve e acompanha as estratégias de comunicação nos meios digitais.

Community Manager: trabalha de forma analítica para indicar oportunidades que surgem nas redes sociais, além de criar conteúdo, monitorar e analisar a concorrência.

 

Possibilidades de Formação e Atuação

 

Saber escolher a formação correta é essencial para o futuro profissional.

Agora que chegou até aqui, você deve estar se perguntando por onde começar para entrar no mercado de trabalho, certo?

No momento de pensar em qual curso ou modalidade escolher, é importante avaliar a grade curricular, pois os cursos não podem mais estar presos apenas à teoria.

Uma formação de qualidade é aquela que acompanha todas as mudanças do mercado, e o mercado exige profissionais com aptidão para colocar a mão na massa.

Uma formação conectada com a realidade do dia a dia, ou seja, que desenvolve estudantes para terem domínio das ferramentas de trabalho e não só uma compreensão teórica dos formatos mais antigos.

Com a transformação digital e os meios digitais tornando-se parte essencial do mercado trabalho, é preciso que estudantes tenham esse suporte durante a formação.

Não apenas contemplando aspectos culturais e teóricos, mas também ferramentas digitais que serão exigidas no mercado de trabalho, como Google e Facebook.

É possível encontrar diversas modalidades de formação para entrar no mercado publicitário. Dentre elas estão os de curta duração, formações técnicas, especialização e faculdade.

 

Cursos rápidos ou livres

São cursos com carga horária baixa e foca em um assunto bem específico. No mercado publicitário, por exemplo, você pode fazer um curso livre para aprender a utilizar às ferramentas do Google. Portanto, esse curso irá ensinar apenas como é utilizada a ferramenta.

 

Cursos técnicos

 

O curso técnico em publicidade é prático e tem o objetivo de direcionar para o mercado de trabalho.

 

Para se matricular em um curso técnico você deve estar cursando no mínimo o 2º ano do Ensino Médio. O tempo de duração pode variar entre um ano e meio a dois anos e o estágio não é obrigatório.

Estudantes que decidem fazer um curso técnico em publicidade têm como preparação um desenvolvimento do pensamento crítico, estratégico, criativo e analítico em relação a todo o mercado comunicacional.

Além disso, recebe uma qualificação para atuar em várias frentes, desde atendimento, fazendo a captação de clientes, passando pelo desenvolvimento do briefing e produção de um plano de comunicação, incluindo a campanha e as peças publicitárias.

O curso técnico é prático e tem o objetivo de direcionar para o mercado de trabalho. O entendimento e uma análise geral de mercado, possibilita atuar em diversos segmentos, montar o próprio negócio e trabalhar como freelancer.

Após a conclusão do curso você está habilitado a fazer um curso pós-técnico que nada mais é do que a possibilidade de continuar os estudos em sua área de formação.

 

Qualificação Técnica Profissional

São cursos com menor duração quando comparados com o curso técnico. A escolaridade mínima exigida é o ensino fundamental completo e também é destinado às pessoas que desejam se inserir na área ou até mesmo experimentar e descobrir novas possibilidades de atuação.

É uma modalidade interessante para deixar o currículo mais competitivo, principalmente quando falamos da área de comunicação, que exige atualização constante.

A qualificação técnica integra a organização curricular de um curso técnico, você tem a possibilidade de escolher um determinado segmento de formação e vivenciar situações práticas que o colocam no papel de profissionais da publicidade, por exemplo:

Assistente de Criação e Produção Publicitária: possibilita que você passe por todas as fases de desenvolvimento de um trabalho publicitário envolvendo a criação e produção de peças, anúncios e campanhas.

Assistente de Mídia: você aprende a realizar o planejamento, executar e monitor as ações de mídia off-line e on-line, com o objetivo de desenvolver o projeto de comunicação.

Assistente de Atendimento e Planejamento Publicitário: você recebe habilitação para prospectar e fazer o atendimento de clientes, além de fazer o acompanhamento dos projetos.

 

Conheça os cursos técnicos na área de Comunicação e Marketing

 

 

Faculdade

Uma faculdade de Publicidade possui uma carga horária maior, desenvolvendo estudantes durante o período de quatro anos. Portanto, essa modalidade oferece um aprofundamento nos conteúdos teóricos e práticos.

No conteúdo de uma faculdade você encontrará teorias da comunicação, multimídias, redação publicitária, planejamento de campanha e mídia, análise de mídias sociais, entre outros.

O curso superior possibilita que depois da formação você possa continuar os estudos com um curso de pós-graduação ou MBA.

Mas… e o mercado de trabalho?

O mercado de trabalho oferece muitas oportunidades, mas é bom ficar ligado nas exigências.

O mercado publicitário, apesar de concorrido, é amplo e oferece muitas oportunidades de trabalho e desenvolvimento de carreira.

Uma formação de qualidade, independente da modalidade, fornece uma base para profissionais ingressarem em qualquer área do mercado.

Lembrando que não apenas a criatividade será exigida, pois para se dar bem no mercado, profissionais da área de publicidade também precisam:

  • trabalhar em equipe;
  • gostar de aprender;
  • ter curiosidade;
  • organização e iniciativa.

Por ser um mercado dinâmico e com grandes impactos por conta da evolução tecnológica, é muito importante dar continuidade nos estudos.

Atualmente, a maior demanda do mercado é de marketing e mídia digital, que se atualiza e ganha novas ferramentas constantemente.

A publicidade continua sendo uma área de grande importância para as empresas, pois todas as marcas precisam e querem ser divulgadas para atrair novos clientes.

Sendo assim, profissionais dedicados, que buscam sempre se atualizar e que possuem um bom desempenho em meio à correria e dinâmica do mercado, têm grandes chances de reconhecimento e conquistas no mercado de trabalho.

Agora é com você!

Chegou a hora de refletir e pensar nos próximos passos.

Ao chegar até aqui, esperamos que esse conteúdo tenha ajudado a responder as principais dúvidas em relação sobre o trabalho de uma agência de publicidade, possibilidades de formação e atuação.

E aí, está mais confiante para começar essa jornada?

 

Colaboração:

Enrico Rosa Trevisan, docente do Centro Universitário Senac – Santo Amaro.
Cassimiro Carvalho Chaves Junior, docente do Centro Universitário Senac – Santo Amaro.
Maria Pia Banchieri, docente do Senac Lapa Scipião.

 

 

Comentários

Comentários