Curte fotografar? 3 dicas para atuar como fotógrafa ou fotógrafo profissional

Registrar fatos e momentos que acontecem na vida, com técnica, pode ser um caminho profissional inspirador. Vale conferir se você leva jeito para seguir essa profissão. Aproveite!

fotógrafo profissional
Já pensou em ser um fotógrafo profissional?

 

Fotografar nunca foi tão democrático. A gente nem precisa ter uma câmera, pois os smartphones já fazem registros excelentes. Mas é claro que há uma enorme diferença entre a imagem pessoal, postada nas redes sociais, e o trabalho de uma fotógrafa ou fotógrafo profissional.

Conhecimento técnico, olhar apurado e equipamento de qualidade são elementos que podem transformar uma foto em uma obra de arte. Você quer ir além das selfies, dos cliques esporádicos e ingressar nesse mercado?

 

3 dicas essenciais para iniciar uma carreira como fotógrafa ou fotógrafo profissional

 

1 – Sempre em movimento – nunca pare de estudar

Não dá para parar de estudar. Avanços tecnológicos e novas linguagens surgem a todo momento.

Cursos, workshops e congressos ajudam tanto na formação técnica quanto nos conhecimentos sobre comunicação e artes.

Mesmo quem já tem alguma intimidade com o equipamento, que gosta de mexer por curiosidade, tem sempre o que aprender sobre o exercício dessa profissão.

 

2 – Conheça o mercado e as tendências da área

Nem só as câmeras evoluem. Fique de olho nas inovações que ocorrem nos processos de produção, no tratamento de imagens e na forma de comercializar as fotografias.

Vale a pena, entrar em contato com fotógrafa ou fotógrafo profissional para trocar informações sobre a área e experiências sobre a formação. Que tal?

 

3 – Conheça as diferentes formas de atuação na área da fotografia

São muitos os campos de atuação de uma fotógrafa ou fotógrafo profissional:

  • Cobertura de eventos e espetáculos, fotografia social, fotojornalismo e fotodocumental;
  • Identificação (fotos para documentos, retratos);
  • Fotografia publicitária;
  • Fotografia de moda;
  • Fotografia arquitetônica;
  • Fotografia científica;
  • Fotografia conceitual e artística;
  • Produções audiovisuais;
  • Tratamento de imagens;
  • Gerenciamento de processos gráficos;
  • Gestão de acervos.

E tudo o mais que você imaginar, afinal, o mercado da foto é cheio de possibilidades.

Você leva jeito? Então, engatilhe a objetiva e boa carreira!

 

Cursos livres na área de Fotografia do Senac

 

Colaboração:
Coordenação da área de Fotografia.

 

 

Comentários

Comentários