Como é o curso de Modelagem do Senac?

Conheça a estrutura do curso Bacharelado em Design de Moda – Modelagem que forma profissionais completos para o mercado!

Curso de Modelagem
Curso de Modelagem: conheça a estrutura dessa graduação.

Quer saber como é o curso de modelagem do Senac?

O Design de Moda – Modelagem é um dos primeiros cursos da área de moda no Brasil e tem formado profissionais com duas características bem marcantes: a atitude e a realização (mão na massa).

No Senac, durante os quatro anos de graduação, o aluno encontra uma metodologia voltada para a criação de projetos.

Durante o curso são desenvolvidos seis projetos, que vão desde a criação até a execução. Neste rico processo, as disciplinas auxiliam os alunos a conceituar suas ideias e buscar instrumentos que orientem o desenvolvimento dessas novas propostas.

Na prática, os alunos vivenciam os desafios de projetar e construir modelos de roupas inovadores, bem cortados e montados.

Confira a trajetória do seu novo curso de modelagem ano a ano!

1° ano – Experimentação e mergulho no universo da moda: conceitos, formas e criatividade.

O início do curso é o momento de experimentar! Nesse período, o aluno explora toda sua criatividade ao trabalhar com formas e volumes e, quem sabe, já descobrir seus potenciais de criação usando a modelagem.

É por meio das técnicas da modelagem, aliás, que você vai descobrir que pode alterar completamente a silhueta de um corpo criando uma peça ergonomicamente ajustada.

Para entender bem conceitos e formas geométricas na modelagem, o curso vai “mergulhar fundo” no estudo do design de formas.

Toda a base conceitual das disciplinas do curso de modelagem será aplicada nos projetos experimentais práticos que, já neste primeiro ano, desafia os alunos a explorarem uma diversidade de formas criativas e inovadoras.

Resumindo, só o desenho de uma roupa não veste um corpo, não é mesmo?

É necessário ter habilidade e conhecimento técnico para transformá-lo em uma peça de roupa que vai vestir alguém! Isso é modelagem!

Durante todo o processo, o curso estimula esse novo aluno a ser criativo, inovador e colaborativo, a saber compartilhar ideias e as etapas de produção do projeto experimental em grupo.

Aliás, você sabia que todos os projetos dos alunos se transformam em peças vestíveis construídas no tamanho real do corpo humano adulto com tecido de algodão cru?

Veja o que mais você vai aprender no 1º ano de Design de Moda – Modelagem

– Criar e desenhar volumes 3D

Terá acesso a muitas referências do design de moda contemporâneo mais exclusivo.

– Criar seus próprios moldes

Será instigado a pensar a representação gráfica dos conceitos geométricos e aplicá-los à moda. Ou seja, o aluno não projeta a partir do desenho ou de moldes prontos, mas desenvolve a capacidade de imaginar e propor novos modelos. Nessa fase, o aluno começa a ter contato com um termo muito comum da área: a planificação. Planificar significa tornar plano o que é tridimensional (3D). Calma, é só o começo!

– Acesso às técnicas de modelagem

Aprenderá a interpretar as formas e as medidas do corpo e a encontrar pontos de apoio, sempre com um estímulo à transformação. Nesse estágio, os projetos experimentais continuam estimulando a descoberta de novos modelos com possibilidades de alteração da silhueta corporal, possibilitando transformar as ideias mais extravagantes e complexas em peças concretas.

 



2° ano – Desenvolvimento de produtos: estudo do corpo e ergonomia

Este é o momento do curso de modelagem conhecer quem vai vestir sua roupa, hora de conhecer os padrões corporais: estudos ergonômicos, tabelas de medidas, desenhos e estudos das bases de corpo: bases de calça, saia, macacão, etc.

É no segundo ano que o aluno trabalha pensando no contexto do ateliê com peças sob medida, aliando o entendimento das estruturas das modelagens básicas com os estudos do comportamento dos tecidos no corpo do usuário.

Você sabia que a tecnologia é fundamental para o modelista?

Pois é. Durante o segundo ano, o desenho técnico digital de moda começa a ser desenvolvido por meio softwares gráficos, assim como conhece CADs de modelagem, softwares que geram moldes digitais.

Projetos

Os projetos do segundo ano desenvolvem um conjunto de peças de vestuário e não têm mais o caráter experimental e conceitual.

Na prática, os alunos são desafiados a vestir corpos de diferentes perfis, com padrões corporais determinados. Para tanto, é imprescindível itens como:

– Pesquisa e seleção de temas de inspiração.
– Tabelas de cores.
– Tecidos.
– Bases de corpo utilizadas.
– Desenhos técnicos.
– Ficha técnica. 

 


 3° ano – Produção em escala

Nesta etapa, toda a aprendizagem entra no contexto da produção em escala, já que não existe produção em série, em massa, sem a modelagem.

São trabalhadas todas as etapas de desenvolvimento de produto: do planejamento ao controle da produção, passando pela análise dos segmentos de mercado e cadeia produtiva, que é superimportante.

Resumindo, o terceiro ano leva o aluno para dentro do mercado da moda, com foco em produção em alta escala e baixo custo. Mas não é só isso!

Depois entra também de forma efetiva o conceito do prêt-à-porter. Já ouviu falar? É desenvolvimento de uma roupa de boa qualidade, mas produzida industrialmente em série.

Algumas disciplinas são:

– Alfaiataria.
– Marketing de moda.
Moulage avançada.
– Modelagem digital avançada.

 


 

 4° ano – O temido Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)!

Na reta final do curso, o aluno tem pela frente o seu grande desafio: desenvolver uma modelagem inovadora que tenha um compromisso com o usuário da roupa.

A ideia é fazer um design que provoque uma mudança, trazendo conforto, garantindo estilo de vida, usabilidade e bem-estar. Um exercício de empatia!

Com esse grande projeto autoral, o aluno vai comprovar que a roupa que veste bem é responsabilidade do modelista.Uma roupa bem cortada, bem montada, com a correta adequação do tecido em relação ao corpo.

Não é à toa que marcas que têm um alto valor, em geral, são aquelas com alta qualidade na modelagem.Ou seja, a modelagem é um coeficiente de valor das marcas.

Que tal fazer parte do mundo da modelagem?

 

Colaboração:
Viviane Torres Kozesinski – coordenadora do curso Bacharelado em Design de Moda – Modelagem.

Para conhecer o Centro Universitário do Senac, agende uma visita guiada aqui.

Inscreva-se no processo seletivo.

Conheça também a Modateca do Senac.

Comentários

Comentários