Cursos livres: 8 motivos para investir neles

Explorar seu lado empreendedor, mudar de carreira e transformar seu hobby em competência profissional são alguns dos motivos para investir em cursos livres

cursos livres
Conhecimento abre espaços e portas

Se você está pensando em investir em cursos livres, preparamos este conteúdo que reúne ótimos motivos… começando por uma importante reflexão.

“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende”

Atribuída ao gênio do século 15 Leonardo da Vinci, a frase acima ainda faz muito sentido nos dias de hoje.

Diferentemente de todas as outras coisas, acumular conhecimento nunca ocupa espaço.

É exatamente o contrário. Conhecimento abre espaços.

E portas também.

Ao estudar, você consegue descobrir novas formas de cultura, aprimorar técnicas profissionais e desenvolver outras habilidades.

Do ponto de vista profissional, as pessoas que sempre lançam mão dos estudos passam a ser mais valorizadas pelo mercado.

Podem almejar cargos e salários melhores ou, quem sabe, abrir seus próprios negócios.

Olhando para o lado pessoal, adquirir novas habilidades traz motivação para o nosso dia a dia. Por que não transformar o aprendizado em seu novo passatempo?

E estudar não significa, necessariamente, encarar anos de uma faculdade ou algum ensino técnico. Longe disso.

Daí, surgem os cursos livres. Eles são uma ótima opção para quem quer aperfeiçoar alguma habilidade ou mergulhar em uma nova área de conhecimento.

Vamos lá?

 

Como funcionam os cursos livres?

 

A princípio, você pode pensar que cursos livres significam cursos gratuitos. Essa é uma dúvida bem comum, mas não é bem isso.

Na verdade, eles têm esse nome porque não seguem regras rígidas de uma legislação para construção da sua grade curricular, como acontece com um curso formal como técnicos, de nível médio ou de pós-graduação.

Resumindo, a oferta desses cursos, bem como os seus programas curriculares e carga horária, fica a critério das próprias instituições educacionais.

Em outros níveis de ensino, por exemplo, o Ministério da Educação (MEC) exige que os cursos de MBA devam ter duração mínima de 360 horas e dedicar dois terços do tempo às disciplinas de administração e gestão.

cursos livres
Os cursos livres são uma ótima oportunidade para aperfeiçoar um conhecimento ou mergulhar em uma nova área

Mesmo sem seguir regras rígidas de uma legislação, os cursos livres são bem aceitos pelo mercado como uma oportunidade de atualização profissional. Inclusive, eles são referências para preparar as pessoas a conquistarem certificações oficiais de empresas de tecnologia, como Microsoft e Linux.

Por fim, vale destacar que é possível encontrar cursos livres nas mais variadas áreas do conhecimento: de artes e idiomas, passando pela área de gestão e negócio até saúde e bem-estar.

Ficou claro o que são os cursos livres?

Eles são recomendados a profissionais que desejam desenvolver determinadas habilidades em um curto espaço de tempo para evoluir profissionalmente.

Por serem mais acessíveis financeiramente e não exigirem diploma de ensino superior, esse nível de ensino também é buscado por pessoas que querem dar os primeiros passos na carreira.

Gostou? Então, continue lendo este conteúdo e descubra muito mais motivos para você fazer um curso livre.

 

Cursos livres: 8 motivos para investir em você

 

Para não restar nenhuma dúvida, separamos oito motivos que fazem dos cursos livres um ótimo investimento em você. Confira na sequência.

 

1. Certificações que te levam a um outro nível de carreira

 

Evolução profissional em curto prazo. Promissor, hein?

Depois de concluir uma formação e entrar no mercado, você pode esquecer os estudos e focar apenas no trabalho, certo? Errado!

Com um mercado cada vez mais dinâmico, no qual novas tecnologias são introduzidas num piscar de olhos, quem não se atualizar pode ficar para trás.

É preciso se adaptar às mudanças com agilidade.

Mais do que mostrar para o mercado que você não se acomoda com suas conquistas profissionais, fazer cursos com certificações pode impulsionar sua carreira mais do que você imagina.

Um exemplo de setor que valoriza certificações é o de Tecnologia da Informação (TI). De acordo com levantamento da CloudCampus, profissionais certificados por líderes de mercado, como a Cisco e a Oracle, conseguem um aumento salarial de 30% em média.

Isso acontece porque o mercado trabalha com diversos fornecedores de softwares e servidores. Cada um tem suas particularidades, exigindo profissionais especialistas para operar essas tecnologias.

Entre as certificações em tecnologia que levam sua carreira a um outro nível, podemos destacar:

 

2. Aprender novo idioma para expandir seus conhecimentos

 

cursos livres
Investir em novos idiomas é uma forma de se destacar no mercado

Quando estava procurando emprego, provavelmente você se deparou com vagas que exigiam um segundo idioma, como inglês e espanhol.

O que já foi um diferencial no currículo passa a ser cada vez mais uma habilidade essencial nos requisitos das mais variadas profissões.

Normalmente, a exigência ocorre em multinacionais ou empresas que lidam com clientes do exterior.

De preferência, o mercado demanda profissionais que tenham noções – básicas, intermediárias ou avançadas – do inglês.

E não é por menos.

A língua inglesa é falada ou entendida por cerca de 1,6 bilhão de pessoas no mundo. Alguns termos, por exemplo, já fazem parte do vocabulário do mundo corporativo, como benchmarking, brainstorming, coaching, deadline, entre outros.

Surge, aqui, a necessidade de aprender um idioma para se destacar no mercado de trabalho.

Tanto é assim que uma pesquisa do portal de empregos Catho revela que a diferença salarial entre pessoas que têm conhecimento em inglês e as que não têm chega a ser de 70%.

O segundo idioma pode, inclusive, ser um critério de desempate entre profissionais que disputam determinada vaga.

Quer mais? Ao dominar uma segunda língua, você consegue se candidatar a uma vaga de trabalho no exterior. Ou, quem sabe, fazer um intercâmbio para estudar em outro país.

Em outras palavras, aprender um novo idioma pode representar muito mais do que um impulso profissional.

Trata-se de uma oportunidade para expandir seus conhecimentos sobre um país e vivenciar uma nova cultura. Let’s go?

 

3. Transformar seu hobby em uma competência aliada à profissão

 

Você já pensou em explorar um outro lado da sua personalidade? Isso pode render bons frutos na profissão!

É bem comum que, em uma rotina cansativa de trabalho, a gente passe batido por oportunidades que poderiam despertar um outro lado da nossa personalidade.

Calma… isso não é uma referência a nenhum filme de suspense ou algo do tipo.

Estamos falando sobre potencialidades que fazem parte de nós, mas que nem sempre são cultivadas, seja por falta de tempo ou talvez porque nem nos damos conta que as temos.

Quer um exemplo?

Vamos supor que você, quando criança, adorava inventar histórias. Todos os dias, criava uma trama imaginária diferente e fazia questão de contá-la a várias pessoas.

E então você cresceu, descobriu novos hobbies e começou a trabalhar com educação. Pouco a pouco, deixou de criar novas histórias para se dedicar à profissão.

Até que, um dia, precisou encontrar uma forma diferente de explicar um conteúdo em sala de aula.

De repente, aquele hobby antigo voltou à tona. E o passatempo se tornou uma competência transformadora extremamente útil para a sua profissão: você passou a ser o professor que conta histórias!

Quantas outras competências deixamos de explorar no nosso dia a dia?

É possível que você tenha facilidade na mediação de conflitos, por exemplo. Ou que talvez tenha um ótimo engajamento para mobilizar recursos para ajudar a sociedade.

Ou, quem sabe, queira participar mais ativamente na diversidade das organizações.

A partir do momento em que identificamos potencialidades que nos tornam pessoas únicas podemos usá-las para transformar o ambiente ao nosso redor.

Com a ajuda de um curso livre, isso pode se concretizar ainda mais rápido.

 

4. Explorar o seu lado empreendedor é um dos motivos para fazer cursos livres

 

cursos livres
Abrir o próprio negócio é o sonho de muitas pessoas. Uma forma de concretizar esse desejo é apostar em cursos livres

Imagine que demais: você com seu próprio negócio e fazendo o que gosta. Não tem pra ninguém!

Buscar outras formas de ganhar dinheiro tem sido cada vez mais uma alternativa em tempos de crise financeira.

Não à toa, o Brasil vive o período com o maior número de empreendedores dos últimos 20 anos.

Isso significa que quase um quarto da população adulta (53,4 milhões) já abriu seu próprio negócio, segundo um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) em 2019.

A pesquisa avaliou 55 países, entre EUA, Alemanha, Colômbia. Dentre todos esses, o Brasil aparece com a maior taxa de Empreendedorismo Inicial (23,3%).

Ou seja: se existe um momento para começar a concretizar seu sonho, esse momento é agora!

Uma área que costuma ser promissora é a de beleza e estética. Em 2019, uma pesquisa da Euromonitor mostrou que existem cerca de 500 mil salões de beleza no Brasil.

Porém, estima-se que esse número seja ainda maior, já que boa parte dos salões de beleza ainda estão na informalidade.

Isso significa que, mesmo em tempos de crise econômica, este é um setor que está em constante movimento. Por isso, uma dica é buscar aprendizado em cursos livres e rápidos, como:

Mas é claro que esse é apenas um dos muitos caminhos possíveis dentro do universo empreendedor.

Se você gosta de cozinhar e sonha em se aperfeiçoar na área de gastronomia, por exemplo, pode se aventurar em abrir uma micropadaria depois de concluir uma formação básica em panificação. Ou, quem sabe, uma hamburgueria artesanal.

Que tal começar a colocar seu sonho em prática?

 

5. Cursos livres para mudar de área com facilidade e segurança

 

Trocar de profissão não precisa ser arriscado. Basta se preparar e ter certeza do que você quer fazer para a sua vida

Se a ideia de abrir um negócio próprio parece distante para você, uma boa alternativa é avaliar possibilidades mais práticas e que garantem uma remuneração consistente logo de cara.

“Que tipo de possibilidades?”, você deve estar se perguntando.

Depende de alguns fatores, como a avaliação do mercado atual. Pense no quão digitalizado está o mundo.

Cada vez mais, empresas e negócios se comunicam com seus clientes por meio da internet.

Porém, é preciso ter estratégias bem planejadas para conquistar um público exigente.

Isso abre espaço para que pessoas se especializem na área e conquistem vagas importantes, como a de Web Designer ou Analista de Marketing em Mídias Sociais.

O melhor de tudo é que esses cursos livres não requerem diplomas! Basta ter conhecimento básico em informática, marketing e mídias sociais para se aprofundar na área. Show, hein?

Agora, se você quiser um trabalho que permita um contato frequente com pessoas, por exemplo, pode investir em um curso livre para atuar como porteiro e vigia.

Mais do que ser aquela pessoa “camarada” que abre portas, quem trabalha num cargo assim tem grande responsabilidade pela proteção de pessoas e patrimônios.

Falando em responsabilidade, existe também uma formação livre para atuar como Bombeiro Civil. Você toparia ingressar em uma profissão desafiadora?

Existem muitas oportunidades por aí. Basta decidir qual delas combina mais com você.

 

6. Já pensou em se arriscar em uma profissão totalmente nova?

 

Os cursos livres permitem descobertas em diferentes profissões

Não é difícil encontrar pessoas que, mesmo já atuando em alguma profissão, sonham em construir uma carreira em outra área.

As intenções vão desde associar um possível hobby com trabalho até se descobrir em algo totalmente novo.

Identificou-se?

Pois saiba que os cursos livres são uma ótima oportunidade para você fazer descobertas e, quem sabe, se arriscar em outra profissão.

Falando em correr riscos, os cursos livres também ajudam a diminui-los. Quando você experimenta uma área na prática, consegue ter mais certeza se é realmente aquilo que você quer seguir.

Os cursos livres também são ótimos para você que tem curiosidade em conhecer uma área.

Gosta de cantar, sonha em atuar em uma peça ou até quem sabe, pensa em se tornar um fotógrafo? Você pode escolher entre cursos e oficinas como:

São muitos os motivos que levam as pessoas a pensar em mudar de profissão, e esse tipo de mudança vem acontecendo com cada vez mais frequência.

Um desses motivos é que as pessoas estão em busca de algo que faça mais sentido e que tenha propósito.

Ou seja, algo relacionado à satisfação pessoal.

Mas, além dos motivos pessoais, existem também os motivos de ordem profissional, como salário e empregabilidade.

Enfim, independentemente de suas motivações, opções não faltam para você desenvolver novas habilidades e conhecimentos para que possa começar a tão sonhada transição de carreira.

 

7. Network: a importância de manter uma rede de contatos

 

cursos livres
Um bom networking é essencial para conquistar espaço no mercado

Ter uma rede de contatos é essencial para a vida, inclusive para a vida profissional.

Um bom networking, como também é chamado, abre caminhos para diversos benefícios que podem fazer toda a diferença na hora de buscar uma vaga no mercado de trabalho.

O que significa a palavra networking?
Network é um termo em inglês que significa rede de relacionamentos ou rede de contatos. Networking vem da atividade de cultivar uma rede de pessoas que trocam informações e conhecimentos entre si.

Confira alguns dos benefícios que o networking pode trazer:

  • Aumentar sua visibilidade;
  • Receber informações em primeira mão;
  • Fortalecer relações;
  • Recomendações profissionais;
  • Troca de experiências;
  • Acesso a oportunidades.

Quando você faz um curso livre, além de todo conhecimento que você adquire, existem grandes chances de ampliar sua rede de amizades e contatos profissionais.

Você estará com pessoas que compartilham interesses em comum, mas que ocupam diferentes funções, trabalham em diversas empresas, além de possuir experiências únicas.

Isso favorece a criação de grupos para compartilhar conhecimento e oportunidades de trabalho, ou seja, fazer networking!

Manter bons relacionamentos e trocar informações em uma rede de contatos pode agregar muito à sua jornada.

Os cursos livres são uma excelente maneira de expandir sua rede de contatos e aprender com as pessoas sobre um assunto em comum, seja técnica, ferramentas e outros detalhes do processo.

E quem não gosta de fazer novas amizades, não é mesmo?

 

8. Investir em atividades que você gosta é investir em você

 

cursos livres
Afinal, fazer o que você gosta é essencial para manter uma rotina saudável

Você sabia que quando faz atividades que gosta ativa um mecanismo de recompensa no cérebro?

Pois é. Isso significa que o cérebro libera os chamados “hormônios da felicidade”, fazendo com que você se sinta mais alegre.

Interessante, né?

Diante da correria do dia a dia, fazer o que você gosta é essencial para manter uma vida mais saudável.

Separar alguns momentos para fazer algo diferente das suas obrigações também auxilia você a pensar melhor, além de reduzir o estresse.

Sabendo dos benefícios que essas atividades proporcionam, por que não investir nelas?

Lembre-se: para que realmente tenha efeito, é necessário que você se programe e reserve um tempo para se dedicar à atividade.

Além disso, você pode investir nos hobbies fazendo cursos relacionados às suas atividades favoritas.

Se você que gosta de cozinhar, por exemplo, que tal aprender novas receitas e se aventurar pela tradição culinária de outros países?

Se você curte costurar, que tal aperfeiçoar suas técnicas?

Existem muitos cursos livres que ensinam técnicas de corte, montagem, costura e acabamentos.

Seu hobby pode se tornar uma atividade remunerada, como falamos anteriormente, mas não necessariamente precisa ser o seu objetivo.

Você pode simplesmente aprender mais e se aperfeiçoar em algo que gosta.

Se você se animou com os benefícios que um hobby pode te proporcionar, mas ainda não sabe dizer qual é exatamente sua atividade favorita, saiba que existe uma saída.

Apostar nos cursos livres também é uma alternativa para descobrir um novo hobby.

São muitas as opções para você escolher: fotografia, decoração, idiomas, massagem.

O importante aqui é começar e investir em si mesmo na busca por algo prazeroso e divertido.

Vamos nessa?

Comentários

Comentários